Assinar
Cultura

Verão Cultural em São Pedro de Moel arranca sábado com Mr. Gallini e The Dirty Coal Train

Até 11 de setembro, o Verão Cultural de São Pedro de Moel apresenta uma programação recheada de músicos locais e nacionais e atividades para miúdos e graúdos.

Exposições, teatro, muitas atividades e concertos marcam o Verão Cultural em São Pedro de Moel, no concelho da Marinha Grande, que arranca este sábado, dia 26, com as atuações de Mr. Gallini, às 22 horas, e The Dirty Coal Train, às 23 horas, no Palco do Vale, espaço onde acontece a maioria da programação.

Estes são os primeiros concertos do vasto leque de propostas pensadas para os fins de semana até 11 de setembro. O cartaz inclui artistas nacionais como Mancines, The Miami Flu ou Eigreen, mas também artistas da região, casos de Ana Santo e Nuno Rancho.

A somar aos momentos musicais, é possível desfrutar de atividades para toda a família. No Jardim do Vale, por exemplo, haverá jogos tradicionais, em sessões que vão permitir aos mais pequenos aprender as “brincadeiras antigas”.

Relativamente a outros verões, a novidade é a realização de atividades no Posto de Turismo da vila, como ateliers e workshops de tricô, durante os meses de julho e agosto.

Além disso, às sextas-feiras, há encontro marcado no posto para leituras de histórias ao final do dia e conversas com escritores e ilustradores. Exposições permanentes sobre a praia e o mar também estarão patentes, podendo ser visitadas diariamente, excepto à segunda-feira.

Entre o programa, nota ainda para uma proposta especial: o cine-concerto de filmes de Buster Keaton com Pešpäkøvä, no Palco do Vale, no dia 4 de setembro.

Organizado pela Protur e pela Câmara Municipal da Marinha Grande, o Verão Cultural surge este ano associado à AMI (Assistência Médica Internacional) com o objetivo de sensibilizar acerca do Pinhal de Leiria:

“A importância de manter o pinhal limpo e saudável, não esquecendo a reflorestação”, explica Carolina Santarino, que integra a organização.

Ainda no âmbito do Pinhal do Rei, há um espetáculo de intervenção sobre os incêndios apresentado pelo grupo Leirena. Será uma das iniciativas do Festival Afonso Lopes Vieira, que regressa a 20, 21 e 22 de agosto com, além do teatro, momentos de poesia, pintura e música.

Para ajudar na reflorestação, os visitantes são convidados a fazer um donativo.

Todas as atividades do evento são gratuitas, mas carecem de inscrição prévia obrigatória através de protur.reservas@gmail.com.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.