Assinar
Covid-19

Covid-19: Região com mais 80 casos e três dezenas de recuperações em 24 horas

É na Nazaré que se regista o maior número de recuperações e em Alcobaça o de novos casos

visão microscópica do novo coronavírus

A região registou, nas últimas 24 horas, mais 80 casos de pessoas que testaram positivo ao Covid-19. No mesmo período, há registo de 33 recuperações. Nesta altura, são já mais de meio milhar os casos ativos: somam 551.

Leiria lidera no número de casos ativos que são agora 159, fruto de 14 novos casos registados nas últimas 24 horas, bem como duas recuperações.

Destaque, todavia, para Alcobaça que passou a ser o segundo concelho com mais casos ativos (60), consequência de mais 24 casos em 24 horas, acompanhados de 6 recuperações.

É na Nazaré que se regista o maior número de recuperações (12), fazendo parte do par de concelhos que da região que consegue mais recuperações que novos casos (que hoje são 7). Em Pombal, o único concelho sem novos casos, há duas recuperações a assinalar.

Os novos casos nos restantes concelhos distribuem-se da seguinte forma: Batalha (1) e Bombarral (1), Marinha Grande (2), Porto de Mós (3), Óbidos (3), Peniche (11), Caldas da Rainha (9) e Ourém (6).

Quanto a recuperações, para além das já referidas, há duas a registar na Batalha, oito em Caldas da Rainha e uma em Peniche. As autoridades corrigiram ainda em baixa (menos duas) o número de recuperações na Marinha Grande.  

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo e municípios. Dados da ACES Pinhal Norte referentes a 5 de julho de 2021.
Dados acumulados desde o início da pandemia em março de 2020

Volta a não haver registo de mortes associadas à Covid-19.

Desde o início da pandemia, em março do ano passado, a região contabiliza 30.835 casos de Covid-19, 29.401 recuperações e 883 óbitos.

Os dados divulgados pelo REGIÃO DE LEIRIA referem-se aos 16 concelhos do distrito de Leiria e ao concelho de Ourém que, apesar de pertencer ao distrito de Santarém, mantém com Leiria grande proximidade e tem o Hospital de Santo André como hospital de referência.

Portugal com nove mortes e 3.269 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje nove mortes atribuídas à covid-19, o número mais elevado desde 08 de abril e 3.269 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os dados revelam que há hoje uma diminuição no número de internamentos em enfermaria e um aumento em cuidados intensivos.

No boletim epidemiológico da DGS assinala-se que estão internadas 599 pessoas com covid-19, menos quatro do que na quarta-feira, 136 das quais em unidades de cuidados intensivos, mais seis.

A área de Lisboa e Vale do Tejo tem 48,1% do total das novas infeções, concentrando 1.574 novos casos.

As nove mortes nas últimas 24 horas ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (7), na região Norte (1) e na região Centro (1).

No que respeita às faixas etárias seis das vítimas mortais tinham mais de 80 anos e três entre os 70 e os 79.

Do total de 3.269 novos casos nas últimas 24 horas, 319 foram crianças entre os 0 e os 09 anos, 485 entre os 10 e os 19, 830 entre os 20 e os 29 anos, 595 entre os 30 e os 39 anos, 527 entre os 40 e os 49 anos, 234 entre os 50 e os 59 anos, 152 entre os 60 e os 69 anos, 82 entre os 70 e os 79 anos e 40 com mais de 80 anos.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que há mais 1.605 casos ativos, totalizando 41.863 e que 1.655 pessoas foram dadas como recuperados nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 840.297 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.135 pessoas e foram registados 899.295 casos de infeção.

As autoridades de saúde têm em vigilância nas últimas 24 horas mais 1.812 pessoas, totalizando 68.867.

A região de Lisboa e Vale do Tejo com a notificação de 1.574 novas infeções, contabiliza até agora 350.282 casos e 7.292 mortos.

Na região Norte foram registadas hoje 934 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 350.771 casos de infeção e 5.371 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 279 casos, acumulando-se 123.792 infeções e 3.029 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 109 casos, totalizando 31.543 infeções e 973 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 318 novos casos, acumulando-se 26.457 infeções e 366 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 14 casos, somando 10.032 infeções e 70 mortes devido à covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 41 novos caso contabilizando 6.418 casos e 34 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 410.663 homens e 488.127 mulheres, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 505 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.996 eram homens e 8.139 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Do total de mortes, 11.246 eram pessoas com mais de 80 anos, 3.660 com idades entre os 70 e os 79 anos, 1.542 tinham entre os 60 e os 69 anos, 472 entre os 50 e os 59, 155 entre o 40 e os 49, 33 entre os 30 e os 39, 12 entre os 20 e os 29, dois entre os 10 e os 19 e dois entre os 0 e os 9 anos.

Quanto às infeções o boletim revela que do total de 896.026 pessoas infetadas desde o início da pandemia, 50.946 tinham entre os 0 e os 9 anos, 85.939 entre os 10 e os 19 anos, 133.124 entre os 20 e os 29 anos, 131.138 entre os 30 e os 39 anos, 149.348 entre os 40 e os 49 anos, 130.785 entre os 50 e os 59 anos, 89.361 entre os 60 e os 69 anos, 57.528 entre os 70 e os 79 anos e 70.521 com mais de 80 anos.

Notícia atualizada às 16 horas com dados nacionais

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.