Assinar
Ansião

Futuro da tecnologia florestal debatido em conferência internacional em Ansião

Inclui oradores e startups de Portugal, Brasil e Finlândia

“O futuro da tecnologia florestal” é o tema da primeira conferência Forestech/Agrotech, que a Startup Leiria organiza, na quarta-feira, dia 15, no âmbito da Rede de Aceleração Agrícola (AIA) e de um protocolo estabelecido com o município de Ansião.

Nesta conferência, de formato misto (presencial e online) inclui oradores e startups de Portugal, Brasil e Finlândia, com o objetivo de “demostrar o potencial da floresta, temas e recursos associados, capazes de serem transformados de forma sustentável para potenciar novos negócios e tecnologias intensivas em conhecimento”, explica a organização.

“Desde a utilização de tecnologias avançadas de imagem, dados de satélite e algoritmos de inteligência artificial que permitem prevenir pragas, incêndios ou determinar outputs de produção, até ao uso de drones, balões e robots – a realidade da floresta e a sua gestão é hoje muito diferente”, adianta a Startup Leiria.

“Qual será o futuro das florestas, reconhecidas como um dos meios mais efetivos de captura de carbono, e como poderá Portugal liderar esta tendência?”, estas são duas das questões as quais a conferência pretende dar respostas.

A conferência decorre, online, via Zoom, ou presencialmente no Centro de Negócios de Ansião. O evento tem como principais oradores: Mikko Pohjola (da Korpiforest), Rui Lopes (Forging), Leonardo Nogueira (Altave), Guilherme Oguri (Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais) e Quiron Digital.

Vitor Ferreira (Startup Leiria) intervirá para fazer uma contextualização do tema Forestech, na abertura da conferência.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.