Assinar
Mercado

Docapesca lança aplicação “Leilão a Bordo” para compra e venda de pescado

Peniche é um dos primeiros portos do país onde o sistema será implementado.

barco de pesca a entrar no porto de peniche

A Docapesca está a implementar um sistema inteligente de pesagem que vai permitir aos pescadores, ainda a bordo, realizar a venda de peixe. A aplicação “Leilão a bordo” representa um investimento de 574 mil euros e começa a ser implementada em Peniche e Sesimbra, alargando-se à totalidade das lotas do país em 2022.

O sistema vai funcionar como um canal de compra e venda de pescado fresco, tendo por objetivo “contribuir para a digitalização da cadeia de valor da pesca” e para a valorização do peixe vendido em lota, refere em nota de imprensa a Docapesca, empresa tutelada pelo Ministério do Mar e responsável pela exploração de portos de pesca e lotas.

O sistema vai permitir automatizar a identificação e o calibre das espécies de pescado e auxilia a classificação do grau de frescura, explicou Sérgio Faias, presidente do Conselho de Administração da Docapesca.

Desta forma, entende a empresa que o pescador passa a ter uma maior possibilidade de valorização do peixe face ao leilão tradicional, uma vez que o leilão se inicia a bordo e “ocorre num formato crescente, para além de permitir o acesso a um leque alargado de compradores”.

Por sua vez, os compradores têm a possibilidade de antecipar as compras, tendo acesso “à montra de todo o pescado disponível”, sendo garantida a “total rastreabilidade digital” desse peixe.

Este sistema vai ainda permitir reduzir as operações manuais efetuadas em lota e melhorar a fiabilidade dos registos na primeira venda de pescado.

Até ao final de dezembro, os armadores e compradores que tenham interesse em aderir ao sistema, que a Docapesca classifica como um “importante contributo para o incremento da digitalização do setor”, podem efetuar o seu registo na página online leilaoabordo.docapesca.pt.

A partir de janeiro, a aplicação, cujo desenvolvimento técnico foi adjudicado à Bitcliq Technologies, estará disponível nos sistemas Android e iOS para a lota de Sesimbra, que “é a principal lota do país na quantidade de pescado transacionado”.

O presidente do Conselho de Administração da Docapesca disse ainda que, ao longo deste período, vão decorrer sessões de formação para os operadores que tenham interesse em aceder ao sistema.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar