Assinar


Saúde

Hospitais do Oeste alertam para constrangimentos nas urgências devido a elevada procura

O CHO admite que a elevada afluência às urgências poderá provocar “um aumento da demora no atendimento dos doentes”

Foto do exterior da urgência do centro hospitalar do oeste
Imagem de arquivo

O Centro Hospitalar do Oeste apelou hoje a que apenas os doentes urgentes recorram ao serviço de urgência, admitindo que a elevada procura pode obrigar ao reencaminhamento de utentes para outras unidades.

Em comunicado, o Conselho de Administração (CA) do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) refere que “nos últimos dias tem-se verificado uma excessiva afluência de doentes aos Serviços de Urgência e às Áreas dedicadas a Doentes Respiratórios [ADR-SU]”, o que faz prever para os próximos dias a ocorrência de “constrangimentos”.

O CHO admite que a elevada afluência às urgências poderá provocar “um aumento da demora no atendimento dos doentes que se desloquem a estes serviços e a possibilidade de reencaminhamento de alguns doentes para outras unidades hospitalares do Serviço Nacional de Saúde”.

Face a esta situação, o CA apela a que “os utentes utilizem as urgências hospitalares apenas em situações realmente urgentes” e aconselha aos utentes “pouco urgentes” a recorrer aos cuidados de saúde primários, dirigindo-se ao seu centro de saúde.

Na nota, o CA salienta ainda que, “salvo situações emergentes”, antes da ida à urgência os utentes devem contactar a linha SNS 24 (808 24 24 24), que disponibiliza aconselhamento e encaminhamento em situação de doença.

O CA assegura que o CHO tem desenvolvido “todos os esforços e continuará a adotar as medidas necessárias para dar a melhor resposta na prestação de cuidados de saúde à população” dos vários concelhos servidos pelas três unidades hospitalares e que totalizam cerca de 293 mil utentes.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais das Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Subscreva!

Newsletters RL

Saber mais

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.

Artigos de opinião relacionados