Assinar
Marinha Grande

Novo hotel projetado para a Marinha Grande prevê investimento de cinco milhões

O hotel será implantado num terreno com 20 mil m2, e o projeto de arquitetura, da autoria de Ana Rita, “está em fase final para dar entrada” na Câmara da Marinha Grande

Um projeto de construção de um aparthotel com 16 frações, no concelho da Marinha Grande, que corresponde a um investimento de cinco milhões euros, encontra-se em fase de conclusão para dar entrada nos serviços do município marinhense.

A intenção dos promotores do Pinhal do Rei Hotel & Spa “é colmatar a falta de alojamento destinado aos empresários que visitam a cidade, assim como a todas as pessoas que se deslocam à região”, explicou o administrador da Fluxocapital, Gonçalo Batista.

Em comunicado enviado ao REGIÃO DE LEIRIA, a empresa esclarece “tratar-se de um hotel com classificação de quatro estrelas, situado numa zona de excelência, rodeado de natureza”, na saída da Marinha Grande para São Pedro de Moel, que “confina com o pinhal das matas nacionais”.

“O objetivo é fundir-se com a natureza”, adianta Gonçalo Batista, explicando que “recorre a betão e a madeira, para que haja uma total integração na envolvente, sem que o hotel se destaque”.

“A água é um terceiro elemento que surge com espelhos, exceto na zona do SPA, e em piscinas interior e exterior. Os grandes painéis de vidro funcionam como tela e deixam que a natureza entre dentro do hotel, integrando os hóspedes no pinhal”, refere.

A zona mais privada das frações “tem vista privilegiada” para o restaurante e os espelhos de água, assim como uma zona mais reservada para a natureza, na parte de trás”. O restaurante de “luxo” inclui um terraço “ideal para festas ou cocktails ao final do dia” e a sua exploração ficará a cargo de “uma cadeia portuguesa de restaurantes”.

O hotel será implantado num terreno com 20 mil m2, e o projeto de arquitetura, da autoria de Ana Rita, “está em fase final para dar entrada” na Câmara da Marinha Grande, explica Gonçalo Batista, concluindo que o investimento será feito com “capital privado de três empresários da região”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.