Assinar
Leiria

Webinar e encontro em Leiria assinalam Dia Mundial da Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença reumática que afeta cerca de 1,7% da população e é “a segunda reumática que, em Portugal, causa mais incapacidade”

Criada em 2016, a APJOF, sediada em Leiria e presidida por Joana Vicente

“Fui diagnosticado com fibromialgia, e agora?”. É este o mote do webinar gratuito que a APJOF – Associação Portuguesa de Fibromialgia promove esta quinta-feira, dia 12, às 21 horas, através da sua página de Facebook.

A iniciativa, que conta com a participação da reumatologista Renata Aguiar, pretende ainda assinalar o Dia Mundial da Fibromialgia e antecede um convívio que a associação promove no sábado em Leiria, a partir das 16 horas, nas galerias Jardins do Lis. A participação é gratuita mas requer inscrição em https://bit.ly/3wfo9YH.

Segundo a associação, a fibromialgia é uma doença reumática que afeta cerca de 1,7% da população e é “a segunda reumática que, em Portugal, causa mais incapacidade”.

Criada em 2016, a APJOF, sediada em Leiria e presidida por Joana Vicente, visa, entre outros objetivos, sensibilizar para a importância do diagnóstico e tratamento precoces,

reclamar medidas legislativas que garantam aos doentes apoios a nível laboral escolar e na Saúde, e esclarecer a população sobre a doença, sinais de alerta e impactos, no sentido de fomentar uma melhor compreensão.

Caracterizada por “dor músculoesquelética generalizada e difusa” e por “um aumento da sensibilidade a uma variedade de estímulos que podem causar dor e desconforto”, a fibromialgia é mais frequente em mulheres. Não sendo conhecidas as causas, sabe-se que o stress, as doenças autoimunes e endócrinas, bem como traumas físicos e psicológicos são fatores de risco.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar