João Vasconcelos, Empresário jvasconcelos75@gmail.com

Na tempestade em que vivemos, são as vozes de esperança e de resistência que nos devem a todos inspirar.

A minha proposta será pois que encontremos aqui nesta coluna um local onde se sublinha o positivo e se exalta a coragem daqueles que continuam a acreditar.

Hoje, falo-vos do exemplo que nos é mais próximo que é Leiria. Cidade dos empreendedores e dos trabalhadores, e dos que sempre fizeram dela um exemplo de dinamismo e vigor económicos. Leiria tem hoje um importante conjunto de infra-estruturas, modernas vias de comunicação, um hospital público de referência, um Politécnico de excepção e escolas públicas renovadas, são só alguns exemplos que devem ser vistos como determinantes para que Leiria se apresente como cidade de futuro.

Com um tecido empresarial moderno e competitivo – entenda-se heterogéneo, especializado, exportador – Leiria tem agora mais condições para responder à crise que atravessamos e para ser cada vez mais atractiva para viver, para visitar, para trabalhar.

Determinada a reconciliar-se consigo própria, Leiria percebeu a importância estrutural do seu centro e requalificou-o. Abriram cafés na praça, criaram-se ciclovias, aparou-se e embelezou-se o jardim, e com isso tem-se vindo a devolver a cidade às pessoas. Continuemos pois imbuídos desse espírito que afinal de contas é a nossa imagem de marca.

(texto publicado na edição em papel de 4 de Novembro de 2011)