Assinar
Sociedade

Cães abandonados aterrorizam visitantes em S. Pedro de Moel

As dezenas de cães abandonados estão a afastar visitantes de S. Pedro de Moel. O problema está identificado pela Câmara da Marinha Grande, que desenvolve esforços para combater o problema.

As dezenas de cães abandonados que deambulam pela zona de São Pedro de Moel estão a afastar os visitantes. O problema está identificado pela Câmara da Marinha Grande, que assegura estar a desenvolver esforços para combater o problema.

Há dezenas de animais a deambular na zona balnear
Há dezenas de animais a deambular na zona balnear

“A população canina que invadiu a praia provocou-me um susto de morte”, conta uma visitante daquela zona balnear. Era hábito passear a sua cadela na zona da Praia Velha, perto de São Pedro de Moel: “Os passadiços de madeira convidam a isso mesmo”, refere.

Contudo, recentemente, “vi-me quase cercada por duas matilhas de cães, com cerca de 20 cães abandonados, que ao se encontrarem provocaram um ruído ensurdecedor de latidos, acompanhados de mordidas”, conta.

Perante este cenário, “fiquei assustada e tive de fugir em direção ao mar”, recorda. Agora, receia regressar ao local.

Direcção Geral de Veterinária de Leiria, GNR e Câmara da Marinha Grande são as entidades que actualmente estudam uma forma de minorar o problema.

“Tratando-se de animais que se encontram longe do contacto com humanos, a sua recolha apresenta dificuldades acrescidas, às quais é ainda necessário acrescentar as que resultam do tipo de habitat em que deslocam”, refere fonte do município.

A acção no local, ainda sem data conhecida, terá de passar pela “estreita” colaboração com GNR e Direcção Geral de Veterinária, entidades que “que conhecem o território, sabem de que forma se deve actuar perante animais com estas características”, acrescenta a mesma fonte.

(notícia publicada na edição de 23 de Dezembro de 2011)

CSA

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.