Assinar
Sociedade

Lampreias chegam aos restaurantes da região e regressam ao rio Lis

Está aberta a época da lampreia. Há quem faça quilómetros para se sentar à frente de um prato deste misterioso animal, que, nem de propósito, está de regresso ao rio Lis meio século depois.

Está aberta a época da lampreia. Há quem faça quilómetros para se sentar à frente de um prato deste misterioso animal, que, nem de propósito, está de regresso ao rio Lis meio século depois.

Na Adega do Sossego, em Melgaço, no Minho, o comerciante de Leiria, Fernando Domingues é sempre recebido de braços abertos. Afinal, de há duas décadas a esta parte, todos os anos ele faz duas e três vezes mais de 300 quilómetros até ao extremo de Portugal. O que o move? Deliciar-se com uma das grandes especialidades do Alto Minho, a lampreia.

Em Leiria, a lampreia também dá que falar. Há 50 anos existiam muitas no Lis, até nas Cortes, recorda Fernando Domingues.

Ao longo dos anos, a poluição acabou com essa demanda da lampreia no rio de Leiria, mas há boas notícias: elas estão a regressar.

“Com a ETAR do Coimbrão a água ficou menos orgânica, de há cinco ou seis anos a esta parte”, nota o presidente da associação Pró-Lis, explicando que “a água continua a estar poluída, com as suiniculturas, mas deixou de receber os esgotos de 220 mil pessoas. Isso nota-se”.

A apanha é ilegal, mas há quem arrisque e o faça, sobretudo no açude junto ao estádio de Leiria, onde elas se prendem às rochas. “Há anos que vem mais, outros menos. Há dois anos havia lampreia que até chateava!”, conta Pedro Patrício,

Leia a reportagem completa na edição de 28 de fevereiro de 2013. Pode adquiri-la online aqui.

Veja onde pode comer lampreia na região:

Leiria
O Mário (R. Serrada Nova, Brogal, Parceiros, 244 872 238) serve arroz de lampreia. Dose: 25 euros. Encerra à terça-feira

O Casarão (Estrada da Maceira, Azoia, 244 871 080) tem sempre à bordalesa e de cabidela, a 25 euros a dose. Aberto todos os dias

Marinha Grande
A Ratoeira (R. Figueiras, Boavista, 916 579 315) serve, por encomenda, à bordalesa e em cabidela. Dose: 50 euros (2 ou 3 pessoas). Encerra ao domingo à noite

Ourém
A Locomotiva (R. António Dinis Simões, Coroadas, Seiça, 249 543 494) cozinha, por encomenda, lampreia à bordalesa: 20 euros a dose. Encerra à segunda-feira

O Curral (R. Terra Fria, S. Sebastião, Atouguia, 249 545 510 e 914 319 264) tem cabidela e bordalesa, a 25 euros a dose. Está aberto todos os dias da semana. Até ao próximo dia 6 de março, a apresentação da edição do REGIÃO DE LEIRIA desta semana, 28 de fevereiro, n’O Curral, dá direito a um desconto de 5 euros por dose de lampreia.

 

 

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.