Uma centena de computadores portáteis e 100 ‘routers’ de acesso à internet foram adquiridos pela Câmara Municipal de Pombal, no distrito de Leiria, para permitir o ensino à distância de alunos em situação de vulnerabilidade social, anunciou hoje a autarquia.

A aquisição acontece no âmbito de um conjunto de medidas extraordinárias aprovadas pelo município para reagir aos impactos da pandemia de covid-19. Em comunicado, a Câmara de Pombal avança que o investimento é de 24 mil euros, mais IVA, feito na sequência de um levantamento junto dos agrupamentos de escolas do concelho.

Segundo nota da autarquia, os equipamentos vão permitir “ensino à distância a alunos desfavorecidos”, que frequentam o 2.º e 3.º ciclos nas escolas do concelho.

A prioridade são os estudantes do ensino básico e secundário, “beneficiários dos escalões A e B da Ação Social Escolar”, e “alunos que frequentem anos em que se realizam provas e exames nacionais (6.º, 8.º, 9.º, 11.º e 12.º anos de escolaridade)”.

A Câmara de Pombal sublinha que, a estes critérios, acrescenta-se a eventualidade de pertencerem a famílias numerosas.

A intenção da autarquia é prevenir o insucesso escolar “que poderia ser provocado por interrupção do acompanhamento dos alunos em maior risco”, capacitando “os alunos em situação de maior vulnerabilidade social e de exclusão digital” para “metodologias de ensino à distância”.

Também em Pombal, o município está a distribuir diariamente 22 refeições a famílias com crianças beneficiárias do escalão A da Ação Social Escolar, residentes em várias freguesias do concelho.

A par desse serviço de alimentação, há ainda 32 cabazes com géneros alimentícios que estão a ser entregues a 54 beneficiários.

Covid-19: Pombal entrega cabazes alimentares a famílias beneficiárias de ação social escolar

Em Portugal, segundo o balanço feito na segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 311 mortes, mais 16 do que na véspera (+5,4%), e 11.730 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 452 em relação a domingo (+4%).

Dos infetados, 1.099 estão internados, 270 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 140 doentes que já recuperaram.