Os doentes internados em todos os serviços do Centro Hospitalar de Leiria (CHL) vão poder contactar com as famílias e cuidadores através de ferramentas digitais.

Telefones portáteis e tablets disponibilizados pelo CHL vão permitir a realização de videochamadas, minimizando o impacto das medidas de segurança que impedem a realização de visitas e permanência de acompanhantes.

A medida foi hoje anunciada e vista reduzir “a preocupação, o stress e a ansiedade provocados pela separação”, assumem os responsáveis hospitalares, citados pelo serviço de comunicação do CHL.

O objetivo é, assim, “apoiar as famílias e cuidadores de doentes que enfrentam uma situação única por restrição de contacto imposto pela pandemia da Covid-19, ou por não poderem estar em contacto direto com o seu familiar doente e com as equipas assistenciais”, ajudando a “aliviar o sofrimento de doentes e familiares”.

O CHL acrescenta que os equipamentos foram doados pelas empresas Incentea e Altice e pela Fundação “La Caixa” e estão disponíveis no Hospital de Santo André, no Hospital Distrital de Pombal e no Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira.

De acordo com os serviços do CHL, importa nesta fase “abordar e avaliar a estrutura familiar, as suas necessidades e impacto que a situação de doença está a ter”, realçando o “importante papel” que as famílias podem ter nestes contactos com quem está internato.