Em cima da carrinha feita palco, um ator. Cá em baixo, um outro e um músico. Os três atuaram esta sexta-feira, 8 de maio, para duas dezenas de utentes do lar da AMITEI, nos Marrazes, no ato inaugural de “Estado de Excepção”, a proposta do Leirena Teatro para animar Leiria nos próximos três meses.

Neste primeiro dia, houve música, poesia e histórias dramatizadas. O festival é construído pelos artistas do grupo de teatro mas também por outros que se queiram juntar. E o próprio programa é flexível: quem pretender um espetáculo à porta de casa, pode pedir ao Leirena. Mas há condições: é para ver e ouvir a partir da janela ou da varanda, cumprindo o distanciamento de segurança.

“Estado de Excepção” procura também ajudar artistas que estão a passar por dificuldades, depois de todo o setor cultural ter ficado com a atividade em suspenso devido à pandemia de Covid-19.

Para receber espetáculos à porta ou para participar é contactar o número 911 989 754 ou o e-mail diretor@leirenateatro.pt.