Um caso positivo deu o alerta. O executivo da Câmara da Marinha Grande está em isolamento desde ontem, sexta-feira, e assim vai permanecer até dia 13 de julho, assegurando “todo o trabalho a partir das suas casas”.

Segundo um comunicado da autarquia da Marinha Grande, ” um dos membros do gabinete de apoio aos órgãos de gestão da Câmara Municipal testou positivo para a Covid-19″, pelo que presidente, vereadores e membros do gabinete de apoio “foram consequentemente submetidos ao despiste da Covid-19”. Os testes foram negativos mas “por uma questão de precaução e de proteção da saúde de todos os trabalhadores” da autarquia, todos os funcionários testados foram encaminhados para casa.

Covid-19: Município da Marinha Grande encerra atendimentos presenciais, testa trabalhadores e desinfeta Paços do Concelho

O concelho de Marinha Grande é um dos que nas últimas 24 horas, segundo o relatório da Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, registou novos casos. São agora 21 os doentes com infecção pelo novo coronavírus, mais um do que no dia de ontem.

É o concelho de Leiria que apresentar mais novos casos, cinco, em 24 horas, seguido de Figueiró dos Vinhos e Caldas da Rainha com três casos novos cada.

Em Óbidos foram identificados mais dois casos de infeção e em Alcobaça há mais um.

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, Cimoeste e municípios
* Os dados de Ourém passam a ser divulgados semanalmente à sexta-feira, desde 3 de julho, pelo que podem encontrar-se desatualizados ao dia de hoje.

Nas últimas 24 horas, foram registados 15 novos casos no distrito de Leiria, que totaliza 756 casos positivos desde o início da pandemia.

O boletim diário dá ainda conta de 40 recuperações desde ontem. Caldas da Rainha, o segundo concelho com mais casos confirmados (122), tem 18 doentes recuperados. Em Alcobaça, 10 pessoas recuperaram igualmente da doença, assim como em Óbidos, Leiria e Bombarral, com três recuperações cada, Pombal com duas e Peniche com uma.

O número de óbitos associados à Covid-19 na região permanece nos 34.

Lisboa e Vale do Tejo continua a concentrar maior parte dos casos

Portugal registou ontem, sexta-feira, mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infetados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, divulgou a Direção-Geral da Saúde (DGS). 

Segundo o boletim epidemiológico diário da DGS, divulgado ao fim da tarde de hoje, fora do horário habitual, o número de mortos relacionados com esta doença respiratória infecciosa totalizou 1.598, enquanto os casos de infeção confirmados desde o início da pandemia no país somam 43.156.

O número de pessoas que recuperaram da infeção causada por um novo coronavírus subiu hoje para 28.424 (+327).

O boletim diário da DGS não foi divulgado, até à publicação deste artigo.