Atualmente, não há dúvidas sobre a necessidade de diminuir a utilização de sacos de uso único, de plástico ou papel, nas idas às compras. E, muitas vezes, adotar hábitos amigos do ambiente é recuar uns anos e ver o que faziam os nossos antepassados.

E porque hoje, 16 de outubro, se celebra o Dia Mundial do Pão, certamente que poderá adotar uma solução nesta temática. Será que há aí por casa um saco de tecido antigo usado para comprar pão ou para o lanche dos mais novos?

Nos super e hipermercados do país são algumas as alternativas que ajudam a evitar, por exemplo, que se separe as frutas ou legumes em vários sacos de plástico pequenos. Mas a tendência também está no comércio local e há exemplos na região.

É o caso da mercearia Origens a Granel, em Leiria. Desde conjuntos de cinco sacos de algodão para transportar fruta e legumes a frascos de vidro para diversos produtos, são várias as opções.

Marta Araújo, umas das proprietárias da mercearia, explica que os sacos e frascos “podem ser utilizados dentro e fora da loja” e que o objetivo é apenas “incentivar as pessoas a reutilizá-los”. Muitos dos clientes da mercearia situada na avenida Marquês de Pombal, em Leiria, “já trazem de casa frascos de vidro, tupperwares e sacos de pano” para transportar as compras.

Os frascos disponíveis na mercearia podem ser utilizados de forma gratuita. Já os sacos de pano são para venda.

Para Marta Araújo, as pessoas “estão cada vez mais abertas” para estas opções e “mesmo que não as tenham disponíveis nas suas lojas, levam os próprios sacos”.

Esta realidade é visível também no Minimercado Quim, onde alguns dos clientes levam recipientes para adquirir produtos como queijo ou fiambre.

O responsável do estabelecimento situado na Guimarota, em Leiria, Pedro Cordeiro, afirma que desde o início do ano que tem tentado adotar medidas amigas do ambiente. “Tentamos, por exemplo, oferecer caixotes às pessoas para poderem levar as compras”, acrescenta.

O responsável afirma que chega a ficar surpreendido com o cuidado das pessoas em levar os sacos e caixas de casa e, por vezes, faz uma atenção a esses clientes.

Saco está à venda nos quatro espaços da marca Padaria Heleno a partir desta sexta-feira

Já no que diz respeito ao pão, a partir desta sexta-feira, dia 16, os consumidores de Fátima, São Mamede, Porto de Mós e Torres Novas vão poder dizer “não preciso de saco”.

As lojas da padaria Heleno vão passar a vender, por 2,5 euros, um saco de tecido para transportar o pão. A iniciativa tem como objetivo tornar a “ida ao pão” mais ecológica.