Assinar Edições Digitais
Marinha Grande

Misericórdia da Marinha Grande inaugura unidade de cuidados continuados com 60 camas

A nova unidade irá duplicar a capacidade de internamento de doentes que precisam de cuidados de longa duração

A nova unidade de cuidados continuados da Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande está pronta para entrar em funcionamento na próxima semana.

Com capacidade para 60 camas, o edifício, construído de raíz na zona das Vergieiras, no lugar da Embra, representa um investimento na ordem dos 5,5 milhões de euros (incluindo terrenos), totalmente suportado pela instituição.

A nova unidade, designada de UCC II, irá acolher os 31 doentes atualmente internados na UCC I – também unidade de longa duração e manutenção (ULDM) – situada junto ao lar das Vergieiras. Está, por outro lado, a ser ultimado um acordo com a Segurança Social para mais 20 utentes encaminhados por outros unidades de saúde, através da estrutura coordenadora local. Ficarão ainda disponíveis nove vagas para serem geridas pela instituição, explicou ao REGIÃO DE LEIRIA o provedor da instituição Joaquim João Pereira.

A inauguração do equipamento está marcada para este sábado à tarde e deverá contar com a presença de António Sales, secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

Joaquim João Pereira adianta ainda que, com a transferência dos doentes, a UCC I ficará disponível para outras valências, podendo vir a servir de estrutura de apoio ao Hospital de Santo André para acompanhamento de doentes com patologias não Covid-19 ou ser convertida em centro de dia para acolhimento de utentes que careçam de outro tipo de apoio.

A nova unidade está pronta para abrir portas na segunda-feira

Quanto à equipa afeta à estrutura, irá integrar numa primeira fase 38 funcionários, podendo o quadro de pessoal ser alargado até 48, de acordo com a entrada de novos utentes,