Assinar
Covid-19

Covid-19: Mais sete mortes na região de Leiria e 156 novos casos de infeção

Das 8.080 pessoas que testaram positivo na região desde o início da pandemia 6.062 recuperaram. Há contudo 178 mortes a lamentar.

Os sete óbitos registados desde ontem no distrito de Leiria e concelho de Ourém elevam para 178 o total de mortes de pessoas infetadas com o novo coronavírus.

Os concelhos de Ourém e de Figueiró dos Vinhos contabilizaram duas mortes cada, e Marinha Grande, Pombal e Porto de Mós mais uma morte cada.

Os novos casos de infeção continuam a superar as recuperações. As autoridades locais de saúde reportaram mais 156 casos positivos face ao balanço de ontem e 77 doentes recuperados.

Leiria contabilizou 42 novas infeções, Pombal 22, Alcobaça 20, Ourém 14 e Peniche 10. Com menos de dez novos caso, surgem Caldas da Rainha (com 9), Óbidos (8), Porto de Mós (7), Ansião, Castanheira de Pera e Marinha Grande (5), Figueiró dos Vinhos (4), Nazaré e Pedrógão Grande (2 cada) e Bombarral (1).

No que toca às recuperações, Ourém sinalizou 33, Leiria 13, Porto de Mós 11, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Óbidos quatro cada, Marinha Grande duas, e Alcobaça, Ansião e Nazaré uma cada.

Com esta discrepância, também o número de casos ativos continua a subir, fixando-se este sábado em 1.840 (mais 72 do que ontem).

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo e municípios. Os dados relativos aos cinco concelhos do ACES Pinhal Interior Norte reportam-se aos últimos quatro dias

Reunida ontem, sexta-feira, a Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria (CDPCL) confirma o agravamento da situação epidemiológica no distrito que se traduziu no aumento do número de concelhos em risco elevado e muito elevado.

Na sexta-feira, o Conselho de Ministros reavaliou o nível de risco dos municípios a nível nacional com base no número de novos casos acumulados em 14 dias. Figueiró dos Vinhos e Porto de Mós passaram de risco moderado para muito elevado, enquanto Batalha, Caldas da Rainha, Castanheira de Pera e Óbidos “subiram” para risco elevado.

Segundo informação prestada pelos Agrupamentos dos Centros de Saúde, o aumento de casos de Covid-19 nos últimos dias teve “especial incidência em ambientes sociais e familiares”, refere a CDPCL em comunicado.

Os municípios reiteraram por sua vez a sua disponibilidade para colaborar  no reforço da capacidade das autoridades e serviços de saúde pública para  “realização de inquéritos epidemiológicos, rastreio de contactos de doentes com Covid -19 e seguimento de pessoas em vigilância ativa”, bem como para a preparação e operacionalização da campanha de vacinação, com disponibilização de meios e recursos de âmbito municipal.

Portugal ultrapassa as 6.000 mortes

Portugal atingiu hoje 6.063 mortes relacionadas com a covid-19, depois de registar nas últimas 24 horas 86 óbitos e 3.835 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da DGS mostra que estão internadas 2.973 pessoas, menos 88 do que na sexta-feira, das quais 485 em cuidados intensivos, mais uma.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 370.787 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 69.910, menos 375 em relação a sexta-feira.

(Notícia atualizada às 15h59 com os dados nacionais)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.