Assinar Edições Digitais


Covid-19

Covid-19: Igreja mantém suspensão de missas e catequese até 9 de março

Na data, o Conselho Permanente conta “tomar orientações, em diálogo com as autoridades de saúde e de governo”

A imagem é do arquivo da CEP, que reuniu online desta vez, por causa da pandemia

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) remeteu para março orientações sobre o regresso das celebrações presenciais, manifestando o desejo de que a pandemia de covid-19 continue a evoluir favoravelmente.

Num comunicado, após uma reunião do Conselho Permanente da CEP que decorreu online desta segunda-feira, dia 22, lê-se que os bispos acompanham “atentamente a situação da pandemia e confinamento geral, esperando que continue a evoluir favoravelmente, para que seja possível retomar as celebrações presenciais nas comunidades cristãs”.

Segundo o documento, a 09 de março, na próxima reunião do Conselho Permanente, a CEP conta “tomar orientações, em diálogo com as autoridades de saúde e de governo”, para a eventual retoma das celebrações religiosas presenciais.

As missas, bem como catequeses e outras atividades pastorais que impliquem contacto, estão suspensas desde 23 de janeiro em Portugal Continental, devido à situação pandémica.

A CEP adianta que no dia 16 de março as dioceses e instituições da Igreja vão recordar as vítimas da pandemia na Europa nas celebrações, podendo algumas dessas “ser transmitidas pela rádio e pelos meios digitais”.

Trata-se de uma iniciativa a que se associaram todas as conferências episcopais da Europa, onde morreram mais de 770 mil pessoas devido ao novo coronavírus, e que decorre ao longo da Quaresma.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.