Assinar
Leiria

GNR de Leiria liberta 25 aves de cativeiro e encaminha seis para centro de recuperação em Montejunto

As aves estavam presas no logradouro de uma habitação, no concelho de Leiria

A GNR libertou 25 aves de espécies autóctones e exóticas que se encontravam presas em cativeiro, no concelho de Leiria, e encaminhou seis para o Centro de Recuperação de Aves Selvagens em Montejunto (CRASM).

A intervenção do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da GNR de Leiria decorreu no sábado passado, aquando de uma ação de patrulhamento, que levou à deteção de 31 aves presas no logradouro de uma habitação.

A GNR refere em comunicado que 25 aves foram restituídas ao seu habitat natural “por se encontrarem em bom estado de saúde e sem ferimentos”, enquanto outras seis foram encaminhadas para serem tratadas no Centro de Recuperação de Aves Selvagens em Montejunto (CRASM) devido ao seu estado debilitado.

Nesta ação, foram ainda “apreendidas duas armadilhas e uma rede invisível, utilizadas para a captura de aves no seu habitat natural”.

O detentor da aves foi identificado, tendo sido alvo de um auto de contraordenação por “detenção de espécies autóctones e cinegéticas em cativeiro e por detenção de espécime de espécie exótica sem o registo CITES (Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção)”. O processo foi remetido para o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).

No mesmo comunicado a GNR sublinha ter “como preocupação diária a proteção dos animais”, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), e apela à denúncia de situações de âmbito ambiental. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520), que funciona em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.