Assinar
Desporto

Evelise Veiga fica pelo caminho mas Patrícia Mamona já está na final do triplo salto

A estreante atleta da região, Evelise Veiga, ficou-se pela qualificação.

Uma das atletas da região, Evelise Veiga, ficou-se pela fase de qualificação da prova de triplo salto, hoje, nos Jogos Olímpicos Tóquio2020. Melhor sorte teve Patrícia Mamona.

A atleta com as cores nacionais, campeã europeia, qualificou-se hoje para a final da prova do triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, com a marca de 14,54 metros, enquanto a estreante Evelise Veiga ficou pela qualificação.

Evelise Veiga não ultrapassou a fase de qualificação Foto de arquivo

Patrícia Mamona, de 32 anos, conseguiu a qualificação direta logo no primeiro salto, quando necessitava de igualar ou superar 14,40 metros ou ser uma das 12 melhores da qualificação para estar na final olímpica, no domingo, a partir das 20:15 locais (12:15 em Lisboa).

No Estádio Olímpico, Patrícia Mamona necessitou de efetuar apenas um salto, enquanto Evelise Veiga, de 25 anos, não foi além de 13,93, 13,63, e 13,57 metros, piorando o desempenho a cada salto que efetuava. Ainda assim, o melhor salto, 13,93m, foi a melhor marca pessoal da época para a saltadora leiriense.

No grupo A, Evelise Veiga foi oitava qualificada com 13,93 metros (vento: +0,5), distância obtida ao primeiro ensaio. Uma queda menos conseguida não permitiu que a atleta se pudesse aproximar do seu recorde pessoal (14,32 m), que lhe daria a qualificação para a final.

Evelise Veiga, que falhou a qualificação para o salto em comprimento, tem como recorde pessoal 14,32 metros, obtidos na Maia, em 1 de junho de 2019, quando assegurou a presença em Tóquio2020.

Já Patrícia Mamona, campeã da Europa em pista coberta, em 2021, e ao ar livre, em 2016, tem como melhor resultado do ano os 14,66 metros obtidos no triunfo na etapa da Liga de Diamante do Mónaco, em 9 de julho, que lhe permitiram reforçar o recorde nacional, que já lhe pertencia.A saltadora do Sporting cumpre a terceira presença olímpica, depois do sexto lugar no Rio2016 e do 13.º posto em Londres2012.

A manhã de hoje apurou ainda Auriol Dongmo, no lançamento do peso, para a final dos Jogos Olímpicos.

Com Lusa

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar