Assinar
Sociedade

Pintura urbana homenageia população da Praia da Vieira

A obra é da autoria do artista Bruno Gaspar

A pintura resulta da candidatura Região de Leiria Rede Cultural e consiste num mural de arte urbana de grandes dimensões, na parede de um prédio, na Avenida dos Pescadores na Praia da Vieira.  

A obra artística visa homenagear a identidade da população da Vieira, a arte xávega, a cultura avieira e o pinhal. Estas “identidades” da população remetem para os meios de sustento do povo “pobre e sofrido”. Esta parede é o reconhecimento pela vida e trabalho das gerações que deram origem à Praia da Vieira.  

Ultimamente, a arte urbana tem sido uma das principais atrações turísticas mundialmente. “Com esta obra a Câmara Municipal da Marinha Grande volta a usar a arte urbana para manter viva a memória coletiva do nosso povo, neste caso da linda e histórica praia da Vieira com todo o sofrimento associado ao braço de ferro entre o mar e os homens lutadores da arte xávega.” refere a presidente da câmara municipal, Cidália Ferreira, em comunicado. 

Também destas obras artísticas surgem movimentos e festivais que apostam na originalidade dos trabalhos para que sejam de caracter público. No caso da Marinha Grande, o Festival SOPRO estreou-se no ano passado, 2020. 

O autor da obra urbana da Praia da Vieira, Bruno Gaspar, nasceu em França, mas é de nacionalidade portuguesa. É formado em cinema de animação em papel e volumes pela Fundação Calouste Gulbenkian.  

Desde os 15 anos que participa em projetos artísticos de cinema de animação, fotografia, design, publicidade e marketing, ilustração, escultura e artes plásticas. 

Para além de artista, é ainda diretor do cinANTROP (Festival Internacional de Cinema Etnográfico de Portugal) e é fundador do projeto artístico-solidário Olhares sem Abrigo/Homeless Heys.  Bruno Gaspar é ainda um defensor da memória dos povos em nome da sua Identidade. 

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.