Assinar
Covid-19

Covid-19: Recuperações voltam a superar infeções na região de Leiria e há mais um óbito

O concelho de Leiria contabiliza mais uma morte associada à Covid-19. Casos ativos descem para 798

Imagem do coranavírus

A região de Leiria registou desde ontem 37 novos casos de Covid-19 e quase o dobro (73) de recuperações. As autoridades locais de saúde reportaram mais um óbito devido a complicações associadas à Covid-19 no concelho de Leiria.

Leiria contabilizou ainda quase metade (36) das recuperações reportadas na região nas últimas 24 anos, ainda que o balanço de hoje não inclui a atualização dos dados referentes a Alcobaça e Caldas da Rainha por parte da Comissão Distrital de Proteção Civil.

Recuperaram ainda 17 pessoas em Pombal, 12 na Marinha Grande, duas em Castanheira de Pera e em Porto de Mós, respetivamente, e uma na Batalha, Bombarral, Figueiró dos Vinhos e Peniche.

Quanto aos novos diagnósticos, Leiria concentrou também metade (19), distribuindo-se os restantes pelo Bombarral (quatro), Marinha Grande e Porto de Mós (três cada), Óbidos, Peniche e Pombal (dois cada), Ansião e Batalha (um cada).

Desde o início da pandemia, o distrito de Leiria e concelho de Ourém confirmaram 37.298 casos de infeção por SARS-CoV-2 e 908 mortes, 171 das quais no concelho de Leiria. Recuperaram entretanto 35.592.

O total de casos ativos desceu esta sexta-feira para 798 casos na região, menos 37 do que ontem.

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo e municípios. Dados acumulados desde o início da pandemia em março de 2020.

Os dados divulgados pelo REGIÃO DE LEIRIA referem-se aos 16 concelhos do distrito de Leiria e ao concelho de Ourém que, apesar de pertencer ao distrito de Santarém, mantém com Leiria grande proximidade e tem o Hospital de Santo André como hospital de referência.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.