Assinar
Sociedade

Coordenadas para um roteiro por Serro Ventoso

Quatro propostas a descobrir na junta de freguesia que integra o concelho de Porto de Mós, em pleno território do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

No Codaçal, o núcleo de pedreiras tem muito para ver depois da primeira edição do festival "Stone art"

Nem só de cabras (e ovelhas) vive Serro Ventoso. Nos últimos tempos, a junta tem investido num conjunto de intervenções que fazem deste território do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros um dos mais procurados por turistas e visitantes. Deixamos aqui as coordenadas para as principais atrações desta freguesia de Porto de Mós:

39.5440291,-8.8203494
Pinturas numa pedreira? No verão de 2021 aconteceu e Serro Ventoso foi notícia no país pelo festival “Stone art”, que levou dezenas de artistas a pintar, esculpir e grafitar no núcleo de pedreiras do Codaçal. Estão prometidas novas edições mas, para já, os grandes murais e peças criadas lá estão, atraindo dezenas de curiosos aos fins de semana, conta o presidente da Junta de Freguesia, Carlos Cordeiro.

O miradouro de Chão de Pias é uma das mais recentes atrações de Serro Ventoso

39.5667938,-8.8345973
Mesmo antes da inauguração, em novembro, começou a ser destino para muitos curiosos: o renovado miradouro de Chão de Pias tem uma estrutura instalada a cerca de 425 metros de altitude, com uma longa “varanda” a estender-se a partir do elemento modernista que lhe dá acesso, suspendendo-nos sobre o vale. A partir dela vislumbramos quilómetros horizonte dentro e, também, lá em baixo, a vila e o Castelo de Porto de Mós.

Em dias bons, do Vale Grande dá até para ver as Berlengas JFSV

39.549251, -8.867735
A moda dos baloiços também chegou a Serro Ventoso, com a instalação de uma estrutura no Vale Grande. Dali a nossa vista alcança bem longe e, quando as condições meteorológicas o permitem, até é possível ver o Atlântico e as Berlengas. Em dias de vento favorável, aquele é o sítio ideal para andar de baloiço enquanto se aprecia o voo dos muitos parapentes que dali descolam.

O narciso calcícola é uma das flores a descobrir na excursão botânica agendada para dia 29 de janeiro VERTIGEM

39.5428378,-8.8592307
Em breve, no final de janeiro, estreia outra novidade na freguesia de Serro Ventoso: as excursões botânicas. A iniciativa é da Vertigem, que pretende realizar uma saída de campo por mês, aos sábados (entre as 11 e as 16 horas), orientada por um especialista. A Bezerra é o primeiro destino, dia 29: num percurso de 5 quilómetros, será possível descobrir diferentes espécies em floração, consoante a época do ano, várias delas “em risco, superprotegidas, que existem aqui na área do parque”, explica Rui Cordeiro, da associação. Neste inverno, um dos destaques é o narciso calcícola, “difícil de encontrar e só presente em zonas calcárias, como esta nossa região”. As inscrições são limitadas a dez pessoas e custam 10 euros. Inscrições através da Vertigem (927 992 386).

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar