Assinar
Ourém

Novo passadiço ajuda a (re)descobrir Pegadas de Dinossáurios em Ourém

A nova estrutura visa proteger as lajes com fósseis e melhorar as condições de visitação do local.

Classificadas como Monumento Natural em 1996, as Pegadas dos Dinossáurios da Serra de Aire abriram ao público em 1997

Já é possível visitar as Pegadas de Dinossáurios, no Bairro, concelho de Ourém, num percurso definido pelo passadiço que permite descobrir o monumento natural e interpretá-lo de outra forma.

O trabalho de geoconservação inclui alteração da sinalética e introdução de um sistema de placas interpretativas.

A nova estrutura foi construída para proteger as lajes com fósseis, explicou em setembro passado o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), entidade responsável pela conservação e manutenção do espaço.

“Até final do ano”, o monumento natural receberá “uma infraestrutura de passadiços com o objetivo de ordenar e minimizar o impacte da visitação nestes locais”, adiantou então fonte do ICNF ao REGIÃO DE LEIRIA.

Este e outros projetos foram entretanto executados com vista à “requalificação da exposição do Centro de Interpretação do Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios, e do circuito de visita exterior”.

O ICNF esclareceu ainda que estavam a ser elaborados estudos para “a conservação, proteção e valorização dos locais, a mitigação das perdas de informação científica fornecida pelos icnofósseis aí presentes” e criação de “condições para que a visitação futura tenha o mínimo de impacte nos elementos paleontológicos”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar