Assinar Edições Digitais

(Des)arrumar ideias: Metadança 2012

Nas últimas semanas tive o privilégio de trabalhar na preparação do Metadança 2012 com um grupo fantástico.

Patrícia Martins, animadora Cultural patriciafrmartins@gmail.com

Nas últimas semanas tive o privilégio de trabalhar na preparação do Metadança 2012 com um grupo fantástico. Em comum partilhámos horas tiradas ao sono e aos tempos de ócio, acrescentadas ao horário de trabalho e muita vontade de fazer acontecer. Na passada semana, Leiria dançou e ficou mais bonita, fruto do envolvimento gracioso de alunos da Escola Superior de Dança de Lisboa em residência artística na cidade, trabalhando como duendes na margem do Lis, junto ao Moinho de Papel, para nos brindar no fim de semana com três momentos idílicos; da colaboração e amizade de profissionais de renome no panorama da dança nacional e do envolvimento de quase todas as escolas de dança de Leiria, entre outros parceiros.

No domingo, Dia Mundial da Dança, foram mágicos os sorrisos e o espírito de camaradagem que se fizeram sentir durante toda a tarde no Mercado de Santana, partilhados por bailarinos, fotógrafos, artesãos, profissionais da cultura, sociedade civil e tantos outros que constituíram a imensa moldura humana que se fez notar. O que ganham com isso, perguntavam? De resposta um sorriso e um “Olha à tua volta! Ganhamos a cidade e a cidade são as pessoas”. Alguém me dizia há dias à saída de um espetáculo: “Sabes nunca tinha ligado muito à dança e depois de hoje fico mais desperto”.

O que ganhamos com isso, nós os profissionais da cultura? Simples…a sensação de dever cumprido.

(texto publicado na edição em papel de 4 de maio de 2012)