Os alemães não têm dúvidas: o melhor branco europeu é o “Cepa Pura Fernão Pires 2009”, desenvolvido por André Gomes Pereira em Ourém, na Quinta do Montalto.

De produção biológica, custa quatro euros por garrafa ao consumidor final, o suficiente para casar qualidade com preço competitivo.

A eleição pelo guia Berliner Weinführer 2012 é apenas um dos muitos prémios colecionados pelas casas agrícolas da região.

O prestígio crescente no estrangeiro estende-se a outras marcas e está a facilitar a exportação de vinhos para mercados tão relevantes como o Canadá, o Brasil e a China.

Leia a notícia completa na edição de 6 de julho de 2012 do REGIÃO DE LEIRIA, em papel ou online.