Assinar Edições Digitais
Sociedade

Docapesca pode chegar à Praia da Vieira para salvar Arte Xávega

A construção de instalações da Docapesca na Praia da Vieira, que sirvam também a Praia do Pedrógão, poderá ser uma solução para os problemas que afetam a atividade da Arte Xávega naquelas praias.

Pescadores poderão vender peixe no local de captura (fotografia: Joaquim Dâmaso/Arquivo)

A construção de instalações da Docapesca na Praia da Vieira que sirvam também a Praia do Pedrógão poderá ser uma solução para os problemas que afetam a atividade da Arte Xávega naquelas duas praias da região.

A ideia até tem acolhimento no Governo, revela João Paulo Pedrosa, deputado do PS eleito por Leiria, um dos participantes numa reunião com o secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, no passado dia 17. O governante comprometeu-se a financiar a obra, revela.

“Um dos problemas tem a ver com a venda do pescado face à ausência de lota, é impossível os pescadores irem à Nazaré, a 40 quilómetros de distância vender o peixe, nesse sentido, a doca pesca é que tem que resolver o problema”, defende o deputado em declarações ao REGIÃO DE LEIRIA.

A construção de instalações da Docapesca na Praia da Vieira pode mesmo contar com financiamento no âmbito do PROMAR – Programa Operacional das Pescas, adianta. Agora, caberá às respetivas câmaras municipais avançar com a candidatura para a concretização desta nova infraestrutura, defende. Ainda de acordo com o parlamentar, o secretário de Estado do Mar “propôs a constituição de um grupo de trabalho, através de uma comissão de acompanhamento, para identificar e resolver cada problema encontrado”.

A reunião de representantes dos pescadores, autarcas e deputados com o governante, surge na sequência de um verão agitado na atividade da Arte Xávega.

As ações de fiscalização das autoridades sobre esta arte tradicional de pesca resultaram em peixe apreendido, a proibição de pescar e na contestação na comunidade piscatória.

(Notícia publicada na edição de 26 de outubro de 2012)

CSA