Assinar
Covid-19

Covid-19: Total de casos ativos na região é o mais baixo dos últimos oito meses

Nas últimas 24 horas, autoridades confirmaram a existência de cinco novos casos positivos e 43 recuperações.

A região tinha ultrapassado há poucos dias o milhar de casos positivos de Covid-19 e, terminado o período de férias grandes, a população ativa preparava-se para regressar ao trabalho e à escola. A 9 de setembro de 2020, a região de Leiria registava 116 casos ativos de Covid-19.

É preciso recuar até esta data, há oito meses, para encontrar o número mais baixo de infeções ativas na região.

De lá para cá, a região (e o país) viveu várias restrições de circulação, cerca de três meses de confinamento e assistiu a valores recorde da pandemia.

Hoje, terça-feira, a região de Leiria confirma a existência de cinco novos casos de Covid-19, elevando para 29.711 o total desde o início da pandemia, ou seja, mais 28.573 do que em setembro.

Os casos positivos das últimas 24 horas foram identificados na Batalha (2), Pombal (2) e Leiria (1).

Sem a atualização dos dados por parte do ACeS Oeste Norte, são, no entanto, as recuperações que ganham maior peso no balanço diário da situação epidemilógica da região. Há mais 43 doentes que ultrapassaram a doença: 12 em Leiria, sete em Alvaiázere, cinco na Batalha, cinco em Ourém, quatro em Peniche, quatro em Figueiró dos Vinhos (que deixa de ter casos ativos), três em Pombal, dois em Óbidos e um na Marinha Grande.

Com estas recuperações, o total de ativos diminuiu de 154 para 116 (menos 38 do que ontem).

Fonte: Comissão Distrital de Proteção Civil de Leiria, Unidade de Saúde Pública do Médio Tejo e municípios. Dados acumulados.

Os dados divulgados pelo REGIÃO DE LEIRIA referem-se aos 16 concelhos do distrito de Leiria e ao concelho de Ourém que, apesar de pertencer ao distrito de Santarém, mantém com Leiria grande proximidade e tem o Hospital de Santo André como hospital de referência.

(em atualização)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.