Assinar
Autárquicas 2021

Marinha Grande: +MPM ganha Câmara, Assembleia Municipal e Junta da Marinha Grande

Com uma freguesia ainda por apurar, + MPM festejou a vitória em três dos cinco órgãos autárquicos. Cidália Ferreira não diz se assume lugar na vereação.

É uma das surpresas da noite. O movimento independente + MPM venceu a Câmara da Marinha Grande, derrotando o PS do poder.

Apesar da contagem oficial não estar ainda encerrada – na freguesia da Moita está a decorrer uma recontagem dos boletins de voto – Aurélio Ferreira celebrou a conquista, através das informações que recolheu junto das mesas de voto, e já recebeu um telefonema de Cidália Ferreira (PS) a dar-lhe os parabéns.

“Serão quatro anos muito desafiantes. Por tudo e até pela minha vida. A minha vida segunda-feira mudou. Fui empresário 30 anos e na segunda-feira passo a ser autarca e com pelouros, com função executiva, que não tive nunca”, afirmou o número um do + MPM.

Numa vitória celebrada com muitos abraços mas também muitas lágrimas, o eleito presidente de Câmara da Marinha Grande reconhece que o movimento tem “um desafio muito grande” pela frente, nos próximos quatro anos, e, apesar de não ter conseguido alcançar a maioria, dia que vai “olhar para o futuro com tranquilidade e serenidade”, “olhar para a terra, para os marinhenses, para as empresas e associações”, e só depois avaliar a possibilidade ou não de um acordo com outra força política.

“Quero relevar a propriedade dos próprios marinhenses em saber votar em cada momento e em cada eleição (…) porque a Marinha Grande é um exemplo. Temos uma população política madura, as pessoas sabem aquilo que pretendem. Isso é o mais importante (…). Há muita emoção e uma decisão que tem oito anos, que começou do nada, e em oito anos chegámos aqui…, ganhando a câmara municipal, a assembleia municipal e uma assembleia de freguesia que se dizia que era impossível de se ganhar. Afinal não é. É possivel fazer diferente, fazer melhor, é esse que é o nosso compromisso”, afirmou aos jornalistas, instantes antes do discurso da vitória.

Já Cidália Ferreira reconheceu a derrota, respeitando a decisão dos eleitores e colocando um ponto final no seu percurso.

“A democracia é assim mesmo e respeito-a, aceito os resultados eleitorais, com toda a humildade com que sempre vivi na dedicação à Marinha Grande. O povo votou, os votos são soberanos e a nós cabe-nos aceitá-los, com toda a dignidade e orgulho daquilo que fizemos sempre pela nossa terra. (…) Chegou o fim de um processo que conduzi com o maior dos orgulhos por esta terra, com respeito por todos os marinhenses e assim continuo a respeitar a sua vontade”, disse.

Questionada se vai ocupar o lugar na vereação, Cidália Ferreira não quis dizer: “Hoje é um dia só para dar os parabéns a quem ganhou, outros dias virão para tratar dos assuntos que ficarão e que teremos que resolver a seguir. (…) Neste momento não quero dizer isso porque há questões a analisar e quando houver decisões a tomar, tomarei”.

Na Marinha Grande, + MPM elege três vereadores, PS dois e CDU dois.

A junta de freguesia de Vieira de Leiria foi conquistada pelo PS, a junta da Marinha Grande pelo + MPM e a junta da Moite, cuja contagem está por concluir, deverá manter-se na CDU.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.