A situação afeta apenas o Centro de Distribuição Postal da Marinha Grande

A deteção de um caso positivo de infeção pelo novo coronavírus entre os carteiros do Centro de Distribuição Postal (CDP) dos CTT da Marinha Grande levou à suspensão de toda a equipa desde segunda-feira.

Os primeiros resultados dos testes realizados aos restantes 18 elementos revelaram-se negativos. Faltam apurar ainda nove, adiantou esta manhã ao REGIÃO DE LEIRIA Clarisse Bento, delegada de Saúde Pública do concelho.

Como medida preventiva, todos os trabalhadores do CDP estão de quarentena em casa durante 14 dias, período estimado de incubação do vírus.

Ao que foi possível apurar, o caso positivo, diagnosticado no passado fim de semana, tem ligação ao surto detetado em Fátima, uma vez que se trata de um elemento do coro do Santuário. Por residir em Leiria, este caso é contabilizado no concelho sede do distrito, embora a vigilância dos contactos esteja a cargo da Saúde Pública da Marinha Grande.

Esta situação não afetou os serviços de atendimento ao público dos CTT na Marinha Grande, mas o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações (SNTCT) contesta o modo como está a ser realizada a distribuição do correio, alegando que a empresa está a recorrer a “trabalhadores precários de empresas de trabalho temporário” sem qualquer experiência

Em declarações à TVI, o SNTCT considera existirem “graves problemas de confidencialidade e de entrega de correspondência no sítio certo”.

Já a empresa admitiu à TVI o recurso a trabalhadores temporários, mas também a colaboradores de outros CDP, referindo que a suspensão dos carteiros decorre de uma decisão das autoridades de saúde.